Holandeses, belgas lança incursões sobre ovos contaminados

Ⓒ AFP/File – PAUL J. RICHARDS – | Os ovos contaminados com o fipronil químico foram encontrados em toda a Europa

Pesquisadores na Holanda e na Bélgica realizaram incursões coordenadas na quinta-feira ligadas a uma pesquisa sobre a descoberta do inseticida fipronil em ovos europeus, disseram autoridades.

A ação conjunta ocorre um dia depois que a Bélgica acusou os Países Baixos de saber sobre o problema do fipronil em ovos desde novembro de 2016, mas não informando-os até julho.

“Existem várias invasões na Holanda, em conjunto com os belgas”, disse a porta-voz do Ministério Público Holandês, Marieke van der Molen, à AFP, mas recusou-se a dar mais detalhes.

Uma porta-voz do promotor na cidade portuária do norte da Antuérpia da Bélgica disse em um comunicado: “Em conexão com o caso fipronil, várias incursões estão em andamento”.

As pesquisas belgas ocorreram em oito locais na região da Flandres, na Bélgica, perto da fronteira com os Países Baixos, informou o jornal Het Laatste Nieuws.

Os promotores holandeses e belgas no início deste mês abriram uma investigação de fraude sobre como o fipronil, que pode prejudicar a saúde humana, entrou na cadeia alimentar.

O escândalo se espalhou por oito países europeus até agora, com as autoridades ordenando a destruição de milhões de ovos e supermercados em várias nações removendo ovos de suas prateleiras.

Fipronil é comumente usado em produtos veterinários para se livrar de pulgas, piolhos e carrapatos, mas é proibido pela UE de ser usado para tratar animais destinados ao consumo humano, como galinhas.

Em grande quantidade, o Insecticida é considerado pela Organização Mundial da Saúde como “moderadamente perigoso” e pode ter efeitos perigosos nos rins das pessoas, no fígado e na glândula tireoidea.

Acredita-se que o problema decorre de uma substância usada por uma empresa holandesa, Chickfriend, que os agricultores dos Países Baixos e da Bélgica dizem que contrataram para tratar suas galinhas.

Um advogado de uma empresa belga, Poultry-Vision, diz que a empresa vendeu a Chickfriend, mas não disse onde obteve a substância.

O governo francês diz que uma empresa belga – que não identificou – misturou fipronil com outra substância legal.

Termos de serviço